Mosquetão de Ouro

O Conceito

Inspirando-se no prêmio Piolets d’Or, a Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada (CBME) lançou o prêmio Mosquetão de Ouro em 2015. Essa premiação visa a celebrar a paixão, o espírito, os valores e os feitos do montanhismo brasileiro.

O prêmio objetiva incentivar o estilo ético de ascensões e conquistas de montanhas, da abertura de trilhas e de vias de escalada, e das ações desenvolvidas em favor do esporte e das montanhas. Inovação, experiência, respeito, compromisso, autonomia, e feitos atléticos são as bases do Mosquetão de Ouro.
Serão premiados atletas e personalidades, em diversas áreas de atuação do montanhismo, que estão empenhados em engrandecer o esporte, explorando os limites do possível em suas respectivas áreas de atuação e ajudando perpetuar a conexão do homem com a natureza, alimentando a chama do engajamento por uma vida livre e ao ar livre.

O Mosquetão de Ouro é tanto uma celebração de experiências extraordinárias, como uma reflexão sobre os valores e cultura do montanhismo, feitos realizados em prol da comunidade montanhista e das montanhas.

A indicação dos candidatos é feita aqui no site, conforme a data prevista no cronograma de cada ano.

Categorias

O objetivo específico do Mosquetão de Ouro é envolver a comunidade montanhista em um debate sobre as realizações do montanhismo brasileiro no último ano através de seis categorias de premiação, seja com feitos atléticos ou para o aprimoramento da organização do montanhismo. A exceção está na categoria Vida nas Montanhas, que considera todo o conjunto da obra do montanhista, ao longo da sua vida.

As sete categorias do Prêmio Mosquetão de Ouro são:

A. Montanhismo Brasil – incluindo trilhas, travessias e feitos de montanhismo em território Brasileiro realizados de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2021. Essa categoria privilegia os valores básicos do montanhismo, como a autonomia, o comprometimento e a responsabilidade e o respeito com o ambiente de montanha e a cultura local. Não serão consideradas excursões de caráter marcadamente comercial, onde são utilizados guias e pesadas estruturas de apoio para o alcance dos objetivos.

B. Altas montanhas – feito realizado em montanhas acima de 3.000m realizado entre 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2021. Essa categoria privilegia os valores básicos do montanhismo, como a autonomia, o comprometimento e a responsabilidade e o respeito com o ambiente de montanha e a cultura local. Não serão consideradas excursões de caráter marcadamente comercial, onde são utilizados guias e pesadas estruturas de apoio para o alcance dos objetivos.

C. Escalada – incluindo a escalada de aventura, realizada em livre e artificial, em rocha, mista ou gelo, big wall e conquistas, realizadas de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2021. Essa categoria privilegia o comprometimento, a autonomia, a preparação técnica e psicológica envolvidos no jogo da escalada de parede.

D. Escalada Esportiva – incluindo a solução de problemas de boulder, psicoblok e encadenamento de vias esportivas, realizadas de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2021. Essa categoria privilegia, sobretudo a superação de problemas de alta dificuldade técnica, podendo envolver os componentes psicológicos de um highball e um psicoblok.

E. Montanhismo e Sociedade – Premia pessoas cujas ações ajudaram a preservar os valores do montanhismo, bem como o seu desenvolvimento e organização. Essa categoria busca privilegiar as ações de caráter nacional, regional ou estadual, pode ser conferido a pessoas, instituições, gestores de Unidades de Conservação, entre outros, desde que estejam ativos entre o período de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2021.

F. Montanhismo e ação local – premia pessoas e instituições que realizaram importantes ações, de caráter local, para o desenvolvimento do montanhismo ou para a conservação ou recuperação de áreas de montanhas, entre outros, desde que estejam ativos entre o período de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2021.

G. Vida na Montanha – Premia montanhistas, em vida, pelo conjunto da sua obra, suas realizações e dedicação ao montanhismo.

Em 2022, será premiada uma pessoa ou entidade por categoria, que receberá o troféu Mosquetão de Ouro.

Indicação de candidato

A indicação será feita pelo público através de formulário online, onde serão preenchidas as informações solicitadas para a candidatura.

» Acesse aqui o Formulário de Indicação!

Critérios para pré-seleção

A indicação será feita pelo público através de formulário online, onde serão preenchidas as informações solicitadas para a candidatura.

Será formada uma Comissão do Mosquetão de Ouro responsável por receber as indicações, verificar sua adequação em relação à categoria e ao feito e fazer uma pré-seleção. As indicações serão analisadas pela comissão, para avaliar o atendimento aos requisitos. A Comissão fará também o levantamento de um material de divulgação explicando o feito, sua representatividade e repercussão. A Comissão poderá também apresentar nomes para a lista de pré-indicados. Três nomes por categoria serão selecionados pela Comissão para concorrer à premiação do ano.

Os critérios de seleção, aplicáveis a cada categoria, considerarão diferentes aspectos que incluem, mas não são limitados à:

  • Relevância para o esporte
  • Estilo da ascensão
  • Espírito de Exploração
  • Nível de comprometimento e autossuficiência da expedição
  • Nível técnico exigid
  • Nível de risco
  • Ética
  • Grau de envolvimento na excursão (guia, participante,…)
  • Respeito ao meio-ambiente
  • Respeito à comunidade local e a outros montanhistas
  • Respeito às organizações do montanhismo
  • Observação dos Princípios e Valores do Montanhismo Brasileiro
  • Abrangência espacial de atuação (nacional, estadual ou local)
  • Período de atuação

Comissão Mosquetão de Ouro

O objetivo da comissão do Mosquetão de Ouro é avaliar crítica e tecnicamente os candidatos para escolher os finalistas concorrentes em cada categoria e, posteriormente, deliberar e decidir o seu voto.

A comissão poderá ser renovada anualmente e deverá ser renovada a cada três anos. As entidades-membro da CBME poderão indicar membros que serão escolhidos posteriormente pela diretoria da CBME em conjunto pelo Coordenador do Prêmio de acordo com os critérios abaixo.

A comissão do Mosquetão de Ouro deverá ser composta por 5 a 10 membros, de preferência com número ímpar, que:

  • Tenham ampla experiência em alguma área do montanhismo, escalada ou organização do montanhismo
  • Abranjam diferentes estilos e modalidades
  • Mostrem uma amplitude de localidades brasileiras

Para a escolha da Comissão, deverão ser considerados:

  • Experiência em montanhismo e escalada de cada membro
  • Predominância do estilo praticado por cada membro ou área de dedicação, como por exemplo: montanhismo, alta montanha, bouldering, esportiva, tradicional, dirigente de organização, etc.
  • Estado de residência de cada membro, tentando dar uma amplitude abrangente na Comissão
    Nenhum membro da comissão poderá estar concorrendo à premiação daquele ano.

Comissão de 2022:

Caio Gomes – RJ
Eliseu Frechou – SP
Fernando Abdalla – SP
Filipe Ronchi – SC
Flavio Daflon – RJ
Irivan Burda – PR
Julio Pimentel – RJ

Seleção dos Indicados

Os indicados finalistas que estarão concorrendo ao prêmio serão apresentados ao público através da divulgação de seus nomes e feitos no site: rionasmontanhas.com

A seleção do vencedor será realizada através da apuração da eleição, onde serão computados o voto popular (1 voto), o voto CBME (1 voto) e voto da Comissão do Mosquetão de Ouro (1 voto). No caso do voto da Comissão dar empate, o voto de minerva cairá ao presidente da CBME. Em caso de empate dos finalistas, o voto da Comissão decidirá o vencedor.

O voto popular será apurado através de uma eleição pela Internet, com a seleção do nome mais votado por categoria.

O voto CBME será apurado através de uma eleição realizada entre as federações e associações filiadas, com a seleção do nome mais votado por categoria.

O voto da Comissão será apurado através de uma eleição realizada entre os membros da Comissão, com a seleção do nome mais votado por categoria. Os votos da Comissão e das entidades-membro da CBME deverão ser guiados pelos critérios de cada categoria e por:

  • Relevância para o esporte
  • Estilo da ascensão
  • Espírito de exploração
  • Nível de comprometimento e autossuficiência da expedição
  • Nível técnico exigido
  • Nível de risco
  • Ética
  • Grau de envolvimento na excursão (guia, participante,…)
  • Respeito ao meio ambiente
  • Respeito à comunidade local e a outros montanhistas
  • Respeito às organizações do montanhismo
  • Observação dos Princípios e Valores do Montanhismo Brasileiro

Premiação

Será oferecido pela CBME um troféu ao vencedor de cada uma das categorias. A premiação ocorrerá no Rio Nas Montanhas 2022, no dia 21/05/2022.

Na impossibilidade de comparecimento do ganhador, o nome será anunciado durante o evento e o prêmio será enviado para o vencedor.

Cronogama

13/04 – Abertura das indicações
25/04 – Encerramento das indicações
26/04 – 10/05 – Análise pela comissão
11/05 – Três concorrentes divulgados e abertura da votação nos indicados
19/05 – Encerramento da votação.
Cerimônia: 21/05/2022, às 18h, na Praça General Tibúrcio.

Edições Anteriores

Em 2021 não houve Mosquetão de Ouro

Em 2020 não houve Mosquetão de Ouro

Mosquetão de Ouro 2019

Mosquetão de Ouro 2018

Mosquetão de Ouro 2017

Mosquetão de Ouro 2016

Mosquetão de Ouro 2015