Palestras

Palestra Principal:

Montanhismo e Conservação no Caminho da Mata Atlântica

Palestrantes: Fernanda Tubenchlak, Reginaldo Honorato, Isabelle Esnarriaga e Andre Monnerat Lanna

A visitação de áreas naturais tem se apresentado como uma importante força motriz para a criação de unidades de conservação e manutenção de áreas naturais em geral.

Nesse contexto, o montanhismo tem um importante papel em mostrar para a sociedade a possibilidade de visitar áreas naturais com segurança e responsabilidade ambiental, através da técnica, ética e práticas de minimo impacto construída em mais de um século de história.

As parcerias formadas com instituições de pesquisa, órgãos ambientais e organizações não governamentais ajudam a aprofundar ainda mais a contribuição do montanhismo na conservação de áreas naturais.

Venha conhecer através da experiência do Caminho da Mata Atlântica as novas formas de contribuição do montanhismo para a conservação e acesso de áreas naturais. O Caminho da Mata Atlântica, mais do que uma trilha de longo percurso de mais de 4 mil km, se constitui em uma estratégia de conservação e engajamento de atores ligados ao montanhismo, turismo e conservação.

O montanhismo, através da FEMERJ e outras federações de montanhismo, tem se apresentado como importantes atores para a estruturação do CMA.

Data: Sábado, 21 de Maio
Horário: das 18:30 às 19:30
Local: Área Principal
Custo: GRATUITO
Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

Fernanda Tubenchlak

Fernanda Tubenchlak é bióloga e mestre em ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No mestrado se concentrou na restauração de paisagens florestais e investigou o papel de sistemas agroflorestais nos processos de restauração da Mata Atlântica. Desde 2016, trabalha no Instituto Internacional para Sustentabilidade (IIS) e possui experiência em projetos interdisciplinares relacionados à conservação da biodiversidade, restauração florestal, agroecologia, educação ambiental e desenvolvimento sustentável. Atualmente está na coordenação do projeto “No Caminho da Mata Atlântica: restaurando paisagens e fortalecendo cadeias produtivas locais no Mosaico Central Fluminense”.

Reginaldo Honorato

Reginaldo Honorato é montanhista e escalador há mais de 10 anos, Biólogo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Mestre em Ecologia Aplicada pela Escola Nacional de Botânica Tropical (ENBT/JBRJ). Possui experiência com licenciamento e monitoramento ambiental; e auxilia projetos de pesquisas que envolvam ecologia de dossel. No mestrado modelou corredores florestais utilizando dados biológicos do Muriqui-do-Sul (Brachyteles arachnoides), considerando possíveis rotas que conectem o extremo norte da Serra do Mar, entre os parques estaduais dos Três Picos e Desengano, auxiliando políticas públicas ligadas à conservação e restauração florestal.

Isabelle Esnarriaga

Isabelle Esnarriaga é Coordenadora de Engajamento e Voluntariado do CMA, turismóloga, Mestranda em Ecoturismo e Conservação pela UNIRIO, Educadora Ambiental ,guia e sócia da Agência Vamos. Possui mais de 10 anos de experiência em atividades de trekking e há 3 anos como voluntária do Caminho da Mata atlântica.

Andre Monnerat

Andre Monnerat Lanna é biólogo, com doutorado em Ecologia pela UFRJ. Desenvolve pesquisas com mamíferos na Mata Atlântica com o objetivo de promover a conservação de espécies ameaçadas de extinção. Além disso trabalha com estratégias de engajamento da sociedade, como as trilhas de longo curso, para contribuir com o desenvolvimento sustentável.

Década do Oceano e Projeto Verde Mar – Cultura Oceânica para Montanhistas

Palestrante: Caio Salles

O idealizador e coordenador do projeto Verde Mar, Caio Salles, vai falar sobre a década do oceano – 2021 a 2030 e os conceitos de Hope Spot (Pontos de Esperança) e cultura oceânica. Apresentará o trabalho realizado pelo projeto, principalmente na região da Praia Vermelha e o processo de nomeação de Ponto de Esperança das Ilhas Cagarras e Águas do Entorno dentro da Aliança Global Mission Blue. Além disso, também irá abordar a parceria com o Projeto Ilhas do Rio e a interação do montanhismo com a pesquisa marinha realizada pelo projeto.

Data: Sábado, 21 de Maio
Horário: das 10:00 às 11:00
Local: Área Principal
Custo: GRATUITO
Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

verdemar_raia_vert
caio-salles

Caio Salles é ambientalista, jornalista, produtor de conteúdo audiovisual e o idealizador e coordenador do Projeto Verde Mar e o diretor da Cumulus Comunicação e Meio Ambiente. Atende projetos de conservação e pesquisa como o Projeto Ilhas do Rio, Aruanã, Associação Brasileira de Combate ao Lixo no Mar e o próprio Verde Mar, além de manter um canal no Youtube, o Cumulus TV, com uma programação focada na temática socioambiental, com notícias e promoção de debates e reflexões sobre essa questão.

Mitos e realidades sobre as Abelhas Nativas Sem Ferrão

Palestrante: Luiz Alberto Medina

Palestra interativa, com caixa didática simulando o ambiente de uma colmeia de abelhas nativas sem ferrão. Esses fantásticos e imprescindíveis polinizadores ainda são vítimas de muitas informações equivocadas por falta de conhecimento.

A AME-Rio trabalha pela divulgação e esclarecimento desses mitos através da informação e nos convida a cuidar desse precioso patrimônio natural.

Data: Sábado, 21 de Maio
Horário: das 10:00 às 11:00
Ponto de Encontro: Barraca Instituto Ecoflora
Local: Anexo Estande do CEG

Custo: GRATUITO
Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

Ecoflora- logo
Ame Rio Logo

Luiz Alberto Medina é Meliponicultor, Coordenador do curso de Capacitação da Ame-Rio e Coordenador do Concurso Nacional de Meles Nativos Brasileiros.

A AME-RIO é A Associação de Meliponicultores do Rio de Janeiro, organização fundada em 2007.

Aspectos técnicos e mentais da escalada

Palestrante: Viviane Fernandes

A palestra Aspectos técnicos e mentais da escalada, se propõe a observar e entender a atividade para além do componente físico. Integrando corpo, mente e estado de espírito, que são tão tocados e afetados pelo aspecto psicológico. Venha conversar um pouco mais sobre esse universo!

Nessa palestra Viviane convida a todos para um encontro repleto de sintonia e dedicação a esse tema que ela tanto ama e se debruça em estudar.

Data: Sábado, 21 de Maio
Horário: das 15:30 às 16:30
Local: Área Principal
Vagas: 100

Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

Viviane Fernandes

Viviane Fernandes é guia profissional de escalada Certificada Aguiperj, escaladora há 20 anos, proprietária da Escalada Ouro Brasil, escola de escalada e montanhismo onde ministra cursos, oficinas e treinos técnicos. Além disso é graduanda em Psicologia e Instrutora de Pilates e Yoga.

Palestra sobre Equipamentos para Trekking

Palestrante: Pedro Lacaz Amaral

Neste palestra falamos sobre todos os grupos de equipamentos utilizados na prática de Camping, Hiking e Trekking e nos aprofundamos nos equipamentos que mais causam dúvidas na hora da escolha: mochilas, sacos de domir e isolantes térmicos.

Data: Domingo, 22 de Maio
Horário: das 14:00 às 16:00
Local: Área Principal
Custo: GRATUITO
Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

pedro

Pedro Lacaz Amaral é praticante de atividades ao ar livre desde 1990, sempre teve espírito aventureiro. Formado em Administração com especialização em Marketing e Business Inteligence, Pedro, junto com Kiko Araujo trouxe em 2001 a Deuter para o Brasil e atualmente é sócio da Proativa, empresa que faz a gestão das marcas Azteq, CamelBak, Deuter e Sea to Summit no Brasil. Em 2016 fundou o Gear Tips com o objetivo de compartilhar conhecimento técnico sobre equipamentos para a prática de atividades ao ar livre.

Palestra sobre Pack Light

Palestrante: Alexandre Charão

Quem não gostaria de caminhar mais leve? Pensando nisso e sentindo nas costas o peso da mochila cargueira desde 1990, o montanhista Alexandre Charão buscou livros e métodos para aliviar o peso transportado. Já se foi o tempo das mochilas grandes, que nos desequilibram nas trilhas. Existem formas mais prazerosas de curtir a montanha. O grande inventor do Friend, o americano Ray Jardine, percebeu isso e publicou alguns livros sobre Pack Light, Walk Fast. Seguindo essa linha, preparamos uma palestra para te ensinar a: carregar menos peso, curtir mais a trilha, chegar mais cedo nos acampamentos, poder parar mais tempo nos lugares mais cênicos e fazer mais aventuras no mesmo tempo de férias. Não, não é um corrida de montanha, pelo contrário, o objetivo é render mais a cada dia, usando o conceito de Constant Forward Progresso. Traremos de forma bem explicada, em 1 hora, várias formas de você ter uma Carga Leve, Passo Rápido para poder curtir mais nossas montanhas!

Data: Sábado, 21 de Maio
Horário: das 17:00 às 18:00
Local: Área Principal
Custo: GRATUITO
Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

cec
alexandre-charao
Alexandre Charão é montanhista desde 1990, com diversas escaladas e trilhas em lugares como Aconcágua, Kilimanjaro, Mont Blanc, Piz Badile. Ao longo dos anos foi aprendendo e aperfeiçoando um método Pack Light, baseado nos princípios de Ray Jardine, inventor do Friend e do método Walk Fast. O objetivo da aula é ensinar a caminhar mais leve e cobrir distâncias maiores por dia, sobrando mais tempo para curtir a natureza.

Refaunação e o papel da fauna na conservação das nossas florestas

Palestrante: Catharina Kreischer

O Parque Nacional da Tijuca é um fragmento de Mata Atlântica, que é um bioma com grande biodiversidade e muito ameaçado. A área do parque, no passado foi desmatada para plantação de café, posteriormente foi reflorestada e hoje é uma das maiores florestas urbanas do mundo. Essa floresta é importante para manter o abastecimento de água e o clima mais ameno na cidade do Rio de Janeiro. O Parque é um exemplo de floresta vazia, ou seja, apesar dos esforços para o reflorestamento, muitas espécies de animais permanecem extintas localmente. A extinção desequilibra as interações entre as espécies e o funcionamento da floresta. Para reverter esse processo, pode-se realizar a reintrodução dessas espécies. O objetivo de uma reintrodução é restabelecer uma população de uma espécie em um local onde ela já existiu e não existe mais, contribuindo para a conservação da biodiversidade e recuperando processos ecológicos que foram perdidos. O Refauna busca reconstruir parte da floresta ao reintroduzir espécies extintas no Parque Nacional da Tijuca. Nosso trabalho teve início em 2010, com a reintrodução das cutias e posteriormente dos bugios, jabutis e trinca-ferros. Uma reintrodução possui várias etapas, como a quarentena, a aclimatação, a soltura e o monitoramento dos animais. O monitoramento da população das espécies é importante para sabermos se a reintrodução atingiu seu objetivo. Ainda temos muito mais pela frente, existem muitas espécies faltando ainda na floresta do Parque Nacional da Tijuca.

Data: Domingo, 22 de Maio
Horário: das 10:00 às 11:00
Local: Área Principal
Custo: GRATUITO
Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

refauna-logo-p
pnt-p
Catharina Kreischer

Catharina Kreischer é Bióloga e Mestre em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Doutoranda na Escola Nacional de Botânica Tropical do Jardim Botânico do Rio de Janeiro (ENBT/JBRJ). Desenvolve projetos com a ecologia e conservação de mamíferos pelo REFAUNA no Parque Nacional da Tijuca (PNT) desde 2013. No mestrado trabalhou com a ecologia populacional da paca (Cuniculus paca), na área do PNT, onde também atuou na reintrodução da cutia-vermelha (Dasyprocta leporina) e atualmente coordena o projeto de reforço populacional do trinca-ferro (Saltator similis). Tem experiência e interesse em conservação da natureza, restauração ecológica, manejo e ecologia populacional.

Cannabis e Esportes

Palestrante: Dr. João Regis Ivar Carneiro

Para atletas de qualquer esporte, adicionar o CBD pode ser uma ação benéfica ao seu regime de treinamento por alguns motivos. Ao interagir especificamente com os receptores CB1 e CB2 dentro do sistema endocanabinóide, o CBD pode ajudar a reduzir a dor e a inflamação associadas a lesões ou irritações atléticas. Estudos recentes mostraram que o óleo CBD pode ajudar a aliviar a dor muscular tardia e os danos musculares induzidos pelo exercício, que ocorrem naturalmente após a atividade física devido a danos microscópicos às fibras musculares, uma vez que suas propriedades curativas são conhecidas por reduzir a dor muscular, dores corporais e inflamação. Venha ouvir uma introdução ao assunto dada por um especialista.

Data: Domingo, 22 de Maio
Horário: das 15:00 às 16:00
Ponto de Encontro: Estande da Gravital
Local: Estande de Exposição
Custo: GRATUITO
Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

gravita-p
Dr. Joao Regis Ivar Carneiro

Dr. João Regis Ivar Carneiro formou-se pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Cumpriu Residência Médica em Clínica Médica / Endocrinologia & Metabologia pela UERJ. Mestre em Endocrinologia & Metabologia pela UERJ, doutorado em Clinica Médica pela UFRJ. Pós doutorado em biologia molecular pela Fundação Oswaldo Cruz / FIOCRUZ. Atualmente, no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho – UCFF / UFRJ, exerce atividade de assistência, docência na UFRJ onde é professor do Departamento de Clínica Médica, e atua ainda com supervisão e pesquisa. É autor de diversos trabalhos publicados em periódicos nacionais e internacionais. Tem vivência e experiência de mais de 25 anos no atendimento e orientação a pacientes com distúrbios clínicos e metabólicos.

Palestra Projeto Favela Radical

Palestrante: Jefferson Quirino (fundador do Favela Radical)

Durante muitos anos observamos as comunidades do Rio de Janeiro crescerem desgovernadamente, com isso notamos o avanço da criminalidade e a perda de jovens e crianças para o mundo do crime organizado, vendo essa realidade muitas vezes ficamos de mãos atadas, porém temos sede de mudança.

Analisando esse mesmo quadro na nossa comunidade do Morro do Turano Zona Norte do Rio de Janeiro/RJ, local da sede do Instituto Favela Radical, percebemos que existem pouquíssimos incentivos sociais e não existe nenhum projeto fomentado na área esportiva dentro da comunidade. Nós, do Instituto Favela Radical, decidimos tirar as ideias do campo da imaginação e colocá-las em prática, assim tentando minimizar o impacto negativo que o crime exerce sobre os moradores e moradoras. Com isso iniciamos uma ação sócio esportiva educacional dentro do Complexo do Turano com aulas de surf, skate, escalada, robótica, programação, inglês e formação sócio emocional.

Nosso público alvo são crianças , adolescentes e jovens com idade de 03 anos a 29 anos da comunidade do Turano, essas oportunidades não são acessíveis à comunidade, portanto iremos quebrar paradigmas democratizando o acesso da favela a essas oportunidades O projeto tem como base o Morro do Turano e a Praia do Arpoador na Zona Sul do Rio de Janeiro, berço do surf na cidade e local com grandes possibilidades e condições de desenvolver o projeto, já que se trata de um local onde os integrantes do coletivo já frequentam e já desenvolvem aulas voluntariamente.

Data: Domingo, 22 de Maio
Horário: das 16:00 às 16:30
Ponto de Encontro: Estande Favela Radical
Local: Estande Exposição
Custo: GRATUITO
Inscrições: Não é necessário fazer inscrição

quirino

Jefferson Quirino é nascido e criado em uma comunidade chamada Turano, localizada na Zona Norte do Rio de Janeiro. Durante sua adolescência e início da juventude ele fez partes das estatísticas negativas registradas em sua comunidade. A escassez de oportunidades e falta de referências positivas em sua favela, fez com que ele fosse influenciado pela atmosfera local, realizando um mergulho profundo no mundo da criminalidade e uso de drogas tendo diversas passagens pelo sistema carcerário da cidade.